terça-feira, 1 de março de 2011

Chorar, chorar, inventar, inventar...

Hoje eu resolvi chorar por todos esses anos que não derramei uma lágrima, chorei porque o meu pai não me deu aquela bicicleta quando eu tinha oito anos, chorei por causa do trauma que eu tenho do meu primeiro beijo, chorei por causa dos meus antigos problemas que eram resolvidos assim: 2+2 são 4, chorei por causa do primeiro amor que eu não tive, chorei por causa de pessoas que foram muito importantes em minha vida, e hoje em dia passam do meu lado na rua e não me dão nem um "oi" sequer, chorei por causa daquele meu melhor amigo que me traiu, por causa do meu novo melhor amigo que foi embora, chorei por causa daquela amiga que não estava aqui quando eu precisei, chorei por causa do meu pai que sempre dificultou o convívio comigo, chorei por causa da minha mãe que sempre acreditou em mim, chorei por causa de todas as chances que já desperdicei, por causa de todas ás vezes que falhei, chorei por todas as vezes que senti medo, que fiquei insegura, que não me deixei levar.
Chorei por não ter acreditado na minha capacidade e ter traído a mim mesma, chorei por ter começado esse texto com raiva, e agora nem sei mais o que eu realmente sinto.
Chorei por me sentir extremamente pequena no meio de toda essa gente hipócrita, chorei por não ter certeza do que eu quero, e nem do que eu não quero, chorei por ser uma total egoísta, chorei porque eu nunca mais te encontrei naquela esquina, chorei porque eu preciso de um abraço... e até agora ainda não tive!

4 comentários:

  1. Agora se olhe no espelho e veja como estais mais linda e com o olhar mais brilhante.
    Seja bem vinda a vida adulta.

    Beijos na alma que agora está limpa e renovada.

    ResponderExcluir
  2. eu que chorei com tudo isso .......amei maukarater

    ResponderExcluir